Como um holandês conseguiu viajar o mundo mandando cartões postais para desconhecidos

Muitos de nós temos o sonho de viajar o mundo, mas como conseguir juntar o dinheiro para isso? Um holandês de 29 anos chamado Michael Ruppert tropeçou na solução mais criativa, mandar cartões postais e souvenirs. Ainda não entendeu? Nós fizemos uma entrevista com ele há algum tempo atrás para você não ter dúvidas.

O que te levou a viajar?

Depois que eu terminei o colegial não sabia o que fazer. Meu sonho era viajar o mundo, mas eu não tinha ideia de como conseguir isso financeiramente. Então primeiro eu me juntei ao exercito, depois me tornei triatleta e finalmente fui para universidade. Todo esse tempo eu não tinha o sentimento de estar seguindo meu sonho. Quando eu tinha 24, eu finalmente fiz a melhor decisão que eu poderia, apesar de não ter muito dinheiro, eu larguei tudo e comecei a viajar.

Você está viajando agora? Onde?

Eu não tenho uma casa em lugar nenhum do mundo, então a minha viagem nunca para. Agora eu estou em Kuala Lumpur, Malásia. Algumas escolas e universidades aqui me pediram para compartilhar minha história com os estudantes. Motivar eles a seguir os seus sonhos é ótimo. A chave é foco! Eu desperdicei  6 anos da minha vida depois do colegial. Eu espero que esses alunos não façam o mesmo erro e busquem realizar seus sonhos imediatamente.

Qual a sua maior fonte de renda? Tem alguma coisa a ver com suas viagens?

Quando eu comecei a trabalhar eu queria manter minha família e amigos atualizados das minhas aventuras, por isso comecei a enviar cartões postais e souvenirs pequenos. Depois de um tempo pessoas que eu não conhecia também começaram a me pedir uma lembrança dos lugares que eu visito. Nesse momento comecei uma página no facebook chamada “Starring You”. Todos os interessados podem me mandar seus endereços e eu vou mandar algo legal de um dos países que eu vou visitar, gratuitamente. Algumas dessas pessoas gostam tanto do projeto, que fazem uma doação em dinheiro de tempo em tempo. Dessa maneira que eu consigo continuar viajando e fazer pessoas felizes ao mesmo tempo.

Qual a sua parte preferida de viajar?

A minha página no facebook “Starring You” tem mais de 17 mil seguidores de todo o mundo. 90 por cento do tempo eu fico na casa deles! Essa é uma maneira incrível de ter uma experiência única, porque em todos os países eu tenho a chance de viver o lifestyle dos locais. Eu tento evitar hotéis e hostels e até agora isso tem funcionado bem.

Você acha que isso não poderia acontecer com você? Pois saiba que existe todo um modelo de economia baseado em dar presentes sem esperar nada em troca. Se chama gift economy – economia de presentes – e tem página na wikipedia e tudo. Já existem várias pessoas adotando e conseguem muito bem viver desse jeito. Um exemplo popular é a banda Radiohead, que em 2007 lançou seu álbum In Rainbows gratuitamente. Quem quisesse pagar algo poderia fazer doações, acabou que foi um sucesso e eles mantém esse modelo. Que tal viver assim?

COMPARTILHAR
Morando em Amsterdam e sonhando com a vida de nômade digital. Amo filmes, séries, livros, contos em volta de fogueira, letras de música. Resumindo, toda boa história. Tudo que é novo me da energia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário
Seu nome aqui