E a palavra do ano, pela Oxford, é…

Estamos chegando ao fim de 2016 e já estamos começando a ver as retrospectivas e as listas de destaques do ano. Todo ano os dicionários OXFORD escolhem uma palavra do vocabulário inglês que representa o período e todos os acontecimentos que o fizeram se tornar único. Para ser escolhida, a palavra precisa ter sido utilizada em jornais ou em títulos literários por um período mínimo de 10 anos.

Em meio a um ano contextualizado por diversas surpresas políticas, proporcionadas principalmente pela onda de conservadorismo que vimos tomar aos poucos o mundo, a palavra escolhida para 2016 é pós-verdade (post-truth em inglês). O Brexit, saída britânica da União Europeia, e a eleição de Donald Trump nos Estados Unidos dão o contexto para a seleção.

Os dicionários Oxford tem como definição da palavra: adjetivo que faz referência a “circunstâncias em que os fatos objetivos têm menos influência na formação de opinião pública do que os apelos emocionais e as opiniões pessoais”.

Ah! Vale lembrar que o prefixo “pós” não necessariamente se refere a algum acontecimento posterior a algo, mas pode também significar irrelevância ou rejeição de algo. Aí tudo faz todo o sentido, certo?

Os editores ainda mencionaram que o utilização da palavra foi “alimentada pela ascensão das redes sociais como fonte de informação e a crescente desconfiança face aos factos apresentados pelo poder estabelecido” e que o termo virou “um pilar do comentário político”.

Será que agora vamos ver a palavra por aí nos textões da galera discutindo política no Facebook?

COMPARTILHAR
Thiago tem 25 anos, é comunicador e acredita que marketing é pra tudo e todos. Aquariano. Up Tempo. Amante da música, do entretenimento, da arte e da cultura pop. Movido por novidade! @thicerqueira

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário
Seu nome aqui