Soylent é a comida criada por engenheiros

Há gente que ache que comida é perda de tempo. Não eu. Mas essas pessoas existem. Rob Rhinert é uma dessas pessoas. Ele é um engenheiro de software que acha bizarra a ideia de que ainda comemos folhas e já está na hora de otimizarmos e fazer a comida mais eficiente. Falou como um verdadeiro engenheiro, Rob!

Rhinert diz que ele pensa não só no fim da fome, mas também no impacto ambiental de continuarmos produzindo comida. Ele – e várias outras pessoas – diz que a população está crescendo de maneira exponencial, mas os recursos não. Com isso em mente ele criou o Soylent em 2013. Na época ele pegou vários componentes químicos, misturou na água e viveu só disso por 30 dias. A revista vice fez um documentário sobre o coquetel químico, onde um dos seus repórteres viveu só de Soylent por 30 dias também. Ele tem 30 minutos e é uma das coisas mais interessantes que vi em algum tempo.

Hoje em dia, depois de perceber que a comida não serve só pra nos nutrir, Rob mudou a fórmula de uma bebida que serve para o dia inteiro, para uma bebida que pode substituir uma refeição. Quem escolhe se você quer viver só de Soylent ou se quer substituir só uma das refeições é você. Também foi criada uma versão com cafeína e uma versão sólida. O sabor continua sendo neutro, mas no site eles dizem que você mesmo pode adicionar sabor, faça sua receitinha!

Por enquanto a bebida, considerada a comida do futuro, só está sendo entregue nos Estados Unidos e no Canada. Eles já estão trabalhando na expansão e o Brasil é um dos países que eles vão expandir primeiro. Para comprar o Soylent você tem que comprar online e é, assim como o Netflix, uma assinatura. Você recebe uma certa quantidade de Soylent por mês na sua casa e eles prometem preço acessível, que aliás é um dos diferenciais deles. Não sei vocês, mas apesar de eu gostar de comida, eu estou curiosa.

COMPARTILHAR
Morando em Amsterdam e sonhando com a vida de nômade digital. Amo filmes, séries, livros, contos em volta de fogueira, letras de música. Resumindo, toda boa história. Tudo que é novo me da energia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário
Seu nome aqui