#TRENDYPLAY: ESPECIAL LOLLAPALOOZA 2017

Você vai curtir o Lollapalooza aqui em São Paulo?

O festival está chegando em sua 6ª edição no Brasil invadindo São Paulo com diversas atrações nacionais e internacionais de peso. O festival é conhecido por viabilizar a vinda de artistas que normalmente não conseguiriam fazer uma turnê brasileira. É uma grande chance de ir ver seus artistas favoritos e, principalmente, conhecer sons novos enquanto explora os palcos.

Nessa edição do #TRENDYPLAY estou indicando alguns artistas que valem muito a pena prestar atenção  neste final de semana. Você provavelmente conhece bem o The Weeknd, Chainsmokers, Metallica, The Strokes… Mas estamos aqui pra conhecer gente nova, certo?

Tove Lo – Influence

Tove Lo é um dos maiores nomes do Pop Europeu de hoje. Ela estourou no primeiro álbum com “Habits”, de onde você provavelmente a conhece. No seu segundo album, “Cool Girl” trouxe mais atenção ainda pra menina. E acredite: ela é super cool. Gosto muito dela porque ela é bem autêntica e muito do seu discurso é sobre ser sexual free. O nome do seu último CD é Lady Wood (ereção feminina, em tradução livre…). Suas músicas tem frequentemente usado muito de uma vibe grave, de bastante bass. Além do show no festival, no sábado dia 24 ela fará um show em uma das Lolla Partys.

Glass Animals – Gooey

Glass Animals é daquelas bandas com um som quase que experimental que te intrigam. Eles tem ganhado notoriedade por não terem medo de usar referências de diversos lugares do mundo e incorporarem em seu som. E sou só eu mas acho toda música deles muito sensual? Gooey é perfeita pra ouvir em momentos de relaxamento ou quando estiver curtindo o seu crush. Ah, os clipes são sempre muito criativos, também. Vale dedicar um tempo pra assistir. Os ingleses costumam ser classificados como indie-rock. Mas acho que é bem mais do que isso.

MØ – Drum

 

MØ é a voz queridinha do Major Lazer. Sim, aquela de “Lean On”. E a mistura com os Djs realmente combinam muito. O trabalho solo dela merece ainda mais atenção: a garota, dinamarquesa, tem uma voz muito marcante e, somada a sua personalidade e falta de medo em experimentar nas músicas, tudo fica muito autêntico. Ainda não aprendi a escrever esse Ø diferente no teclado, mas já sei que a palavra MØ significa “virgem” em dinamarquês… fica aí essa curiosidade pra sua reflexão.

COMPARTILHAR
Thiago tem 25 anos, é comunicador e acredita que marketing é pra tudo e todos. Aquariano. Up Tempo. Amante da música, do entretenimento, da arte e da cultura pop. Movido por novidade! @thicerqueira

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário
Seu nome aqui