Periodização Nutricional no Esporte

O termo periodização nutricional é utilizado para descrever mudanças na ingestão nutricional em resposta a determinados períodos ou tipos de treinamento .

É comum o atleta ou o paciente periodizar seu treinamento conforme seu objetivo, que em certo momento pode estar voltado para uma perda de peso e em outro para recuperação muscular e melhora do rendimento – tem ainda aqueles que querem os 3 de uma vez só.

Então por que também não periodizar o planejamento dietético? 


Imagine um paciente com uma rotina de treinamento bem diversificada, o que faz na semana seu gasto energético variar muito, e que queira emagrecer. Será que faz sentido esse paciente ingerir todo dia a mesma quantidade de energia? Não né… Em certos dias isso pode até gerar um excedente calórico (o oposto do que queremos).


Pronto, ajustando a ingestão energética conforme o gasto energético do dia já é uma forma de periodização nutricional .

 Esses valores da segunda foto são da dieta de alguém com uma rotina de treinos completamente diversificada. Reparem como a ingestão energética muda nos dias com treino e nos dias sem treino.


Mudanças além do valor calórico também acontecem (vejam que as variações dos dias com treinamento são sutis) – distribuição de nutrientes em diferentes horários conforme o tipo de treinamento, ingestão de carboidrato durante treinos longos , etc – mudanças que alteram muito pouco o valor energético, mas que exercem grande influência na performance esportiva.

E periodização nutricional vai muito mais além: “Train Low”, “Train High”, “Training the gut” e estratégias para otimização das adaptações geradas pelo exercício serão assuntos para uma conversa futura ☺️.

COMPARTILHAR
João Pinheiro é nutricionista esportivo formado pelo Centro Universitário São Camilo e aborda assuntos atuais sobre a saúde de forma prática, descontruindo tabus e tendências.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário
Seu nome aqui